ESCLARECENDO

Pretendo postar pensamentos, crônicas, musicas e poesias; refazendo em miniatura o universo que absorvo a cada experiência no centro desse infinito, que pode eternizar ou banalizar a idéia toda. Esse espaço tem apelo confessional-autoral e poderá na melhor das hipóteses virar um elixir que maltrata a alma em goles de satisfação. Por vezes será mais sincero que a verdade, instintivo, quase irracional, como o lampejo de fé de um ateu antes de seu mundo desmoronar, o beijo roubado, a compaixão do assassino com a sua vítima segundos antes de matá-la e por vezes será pragmático e crítico, afinal precisamos da dose certa de veneno pra sobreviver. Lembrando que a causa maior de estar aqui é porque no princípio a filosofia era uma besteira, e as grandes besteiras consideradas a filosofia a ser seguida; então quando reijeitarem suas idéias, mantenhas a salvo, pois no futuro podem ser o único meio de outros seres perceberem que a razão da humanidade não passou de um grande mito.

sábado, 13 de dezembro de 2014

Billy

Billy foi à um show
De rock n’ roll
E jamais
Voltou
Vivia pra acordar
E aguardar
Cair a noite novamente
Pra voltar a sonhar
Com seus dogmas de brinquedo
Provenientes do que absorvia
Projetou o novo muito cedo
Não agravada o que via
Covardia ficou descartável
Pois sua coragem tornou-se reciclável

PERSISTIU MESMO DEPOIS
DE TANTAS DERROTAS
NO FINAL
MORREU MILHÕES DE VEZES
PARA SE TORNAR
IMORTAL

Um crime aplicou
Nas fraudes da lei
Dos desgarrados
O rei
De panos rasgados
Bordou a bandeira branca
Nas bilhares cores de ninguém
Santa, santa, santa...

PERSISTIU MESMO DEPOIS
DE TANTAS DERROTAS
NO FINAL
MORREU MILHÕES DE VEZES
PARA SE TORNAR
IMORTAL

Cansou de crescer e perder o espaço
Em uma sociedade com overdoses de abster
Rendia-se aos seus holocaustos
Não queria fazer parte daquilo
Fora mais sincero que a verdade
Como quando o ateu tem fé na compaixão do assassino
No principio a filosofia era algo fortuito
Então salvou suas idéias
Ou a razão seria o próximo mito
Refez em miniatura um universo imparcial
No centro do infinito soprou o ideal

QUE DIZIA OUSE ERRAR
POR MAIS TAPAS QUE VIEREM OS POUCOS BEIJOS
IRÃO LHE RECOMPENSAR
DÊ AS CARAS, OUSE AMAR
POR MAIS TAPAS QUE VIEREM OS POUCOS BEIJOS
IRÃO LHE RECOMPENSAR
ELE DIZIA OUSE ERRAR
NÃO É QUANTAS VIDAS SE TOCA
MAS EM QUANTO DE ALGUMA SE É CAPAZ DE RESSOAR
DÊ AS CARAS, OUSE AMAR
NÃO É QUANTAS VIDAS SE TOCA
MAS EM QUANTO DE ALGUMA SE É CAPAZ DE RESSOAR







Nenhum comentário:

Postar um comentário