ESCLARECENDO

Pretendo postar pensamentos, crônicas, musicas e poesias; refazendo em miniatura o universo que absorvo a cada experiência no centro desse infinito, que pode eternizar ou banalizar a idéia toda. Esse espaço tem apelo confessional-autoral e poderá na melhor das hipóteses virar um elixir que maltrata a alma em goles de satisfação. Por vezes será mais sincero que a verdade, instintivo, quase irracional, como o lampejo de fé de um ateu antes de seu mundo desmoronar, o beijo roubado, a compaixão do assassino com a sua vítima segundos antes de matá-la e por vezes será pragmático e crítico, afinal precisamos da dose certa de veneno pra sobreviver. Lembrando que a causa maior de estar aqui é porque no princípio a filosofia era uma besteira, e as grandes besteiras consideradas a filosofia a ser seguida; então quando reijeitarem suas idéias, mantenhas a salvo, pois no futuro podem ser o único meio de outros seres perceberem que a razão da humanidade não passou de um grande mito.

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Trama Mágica

Anjo, deixa-me desaguar
O fél contido no calar
É feito da neve, da chuva, da névoa
Que abateu meu corpo na relva
Dos vales intocados de Tupã
Enquanto caçava delirante feito lobo a chave do amanhã

PERCEBI MÁGICA PREENCHER NOSSA TRAMA 
TRÁGICA MAS TÃO FANTÁSTICA

Vento indomável sussurrou o plano
Louco demais pra ser insano
Florestas com raízes em aço
Enlaçarão megalópoles concretas de seres nefastos

HAVERÁ MÁGICA PREENCHENDO NOSSA TRAMA
TRÁGICA MAS TÃO FODA

Temos erva rara nas mãos
Cultive com zelo irmão
Senão, um Vesúvio qualquer virá reivindicar
Os vales da terra
Os lares do ar
Florestas com raízes em aço
Enlaçarão megalópoles concretas de seres nefastos

HAVERÁ MÁGICA PREENCHENDO NOSSA TRAMA



Nenhum comentário:

Postar um comentário